Os erros fatais que podem quebrar o seu restaurante

Alguns erros podem ser cometidos na administração de seu restaurante, levando a empresa à falência. Conhecer esses erros pode te ajudar, a evitar que eles sejam cometidos no seu cotidiano.

Administrar um restaurante requer alguns cuidados e conhecimentos que, por muitas vezes não são compartilhados com facilidade.

E por não conhecer esses aspectos, o empresário se expõe ao risco diário de quebrar o restaurante. Para evitar que seu sonho seja arruinado pela má gestão, separamos uma lista de erros que você não deve cometer!

Quais são os erros que podem quebrar seu restaurante?

Administrar um restaurante é desafiador. A empresa possui várias características peculiares, como:

·        A curta vida útil dos insumos;

·        A demanda que varia de acordo com o dia da semana;

·        A necessidade de manter um cardápio saboroso e diversificado;

·        A constante variação dos preços de insumos de acordo com a safra.

Estes e muitos outros aspectos são importantes de serem considerados, pois se apresentam como, desafios diários com os quais lidar. Lidar com tudo isso e manter o negócio lucrativo é um desafio, que precisa ser pensado com bastante atenção às minúcias.

Por isso, separamos uma lista de erros fatais, que levam seu negócio a falir. Continue lendo e confira quais são eles.

1.     Não saber controlar o estoque

A falta de controle, com o estoque é um dos principais erros de seu restaurante. Saber a quantidade correta de mercadoria que precisa ser comprada é fundamental, para que o negócio seja lucrativo.

Comprar produtos em excesso, gera desperdício de alimentos e prejuízo financeiro, afinal, são itens altamente perecíveis.

Enquanto a falta de produtos, pode fazer com que a imagem do restaurante seja afetada. Se um cliente pede um prato e ele está indisponível, isso é prejudicial para a lucratividade e para a experiência desse consumidor.

Por isso mesmo, é fundamental que você calcule quais são os ingredientes e as quantidades para que a compra seja programada.

Sempre evitando desperdícios e também tendo o máximo de cuidado, para que não faltem produtos.

2.     Não se importar com a experiência do cliente

Um erro que é fatal, para qualquer tipo de negócio é não se importar com a experiência de seus clientes.

Desde que o consumidor entra em seu restaurante ele deve se sentir bem atendido e confortável.

Fidelizar clientes é muito importante para um restaurante. Mas segundo dados da ABRASEL, 70% dos clientes não retornam aos estabelecimentos por causa de atendimento ruim.

Portanto, se o seu negócio tem por objetivo, fidelizar clientes para potencializar os resultados, o atendimento de qualidade é ponto fundamental. Garantindo que todos os consumidores saiam de seu restaurante plenamente satisfeitos.

Investir em sistemas que, otimizam o atendimento ao cliente é uma boa maneira de encantar. Se o cliente tem em sua mesa um tablet onde ele mesmo faz o pedido, o processo é agilizado e os funcionários podem ter seu desempenho otimizado.

Por isso mesmo, é importante investir em tecnologia para que, o atendimento no restaurante seja um diferencial. Esse tipo de investimento, faz com que a empresa tenha um cliente mais satisfeito e consequentemente seja possível evitar a falência da empresa.

3.     Substituir ingredientes

Lidar com as compras de ingredientes, para o restaurante é uma das etapas complicadas de gerenciar esse tipo de negócio.

Acontece que, o cenário econômico pode fazer com que o empresário acredite que, substituir ingredientes de maior qualidade por insumos mais baratos seja uma boa alternativa.

Isso faria com que a margem de lucro fosse mantida e o produto final pudesse, continuar sendo vendido no preço atual de cardápio.

Mas na prática, não é bem assim que funciona. A troca de ingredientes é percebida pelo paladar dos clientes que, frequentam seu restaurante.

E os clientes novos podem associar a imagem de seu restaurante, a um local que não preza por ingredientes de qualidade. A mudança afeta diretamente o produto final, entregue para o consumo dos clientes.

E obviamente, isso vai resultar em reclamações e perda de clientes. Na hora de reduzir custos, opte pela redução de custos operacionais.

Se você consegue reduzir o custo de consumo de energia elétrica, horas extras de funcionários e outros custos estruturais, seu negócio tende a ter melhor resultado.

4.     Não ter cuidado com o visual do restaurante

O restaurante é um ambiente que precisa ser limpo, agradável e confortável. Fazendo com que o cliente queira ficar nesse espaço, pedir mais petiscos e gastar mais.

Se o cardápio está sujo ou engordurado, as louças estão quebradas e o visual de seu restaurante parece sujo, isso vai reduzir sua demanda.

Afinal, os consumidores que entram nesse ambiente percebem alguns aspectos como, cardápio engordurado e sentem receio de consumir os alimentos oferecidos no local.

O que faz com que a cada dia você perca clientes. Por isso mesmo, é importante que o visual do restaurante seja cuidado. Não só no aspecto para oferecer conforto, mas na higiene do local.

Para que o espaço seja convidativo e a pessoa se sinta confortável, em fazer uma refeição nesse ambiente. Caso contrário, esses pequenos detalhes que não foram percebidos pela equipe geram a perda diária de clientes.

5.     Falta de cuidado no manuseio dos alimentos

Outro aspecto, que é muito importante e precisa ser considerado é que o restaurante precisa seguir as normas de manuseio alimentar.

Não seguir o que é determinado e fiscalizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) expõe sua empresa a riscos.

Não só o risco de levar uma multa em caso de fiscalização, como também o risco de causar problemas para a saúde de um cliente.

Obviamente, o risco de um alimento contaminado prejudicar a saúde de seu cliente pode fechar seu restaurante. Por isso mesmo, é fundamental seguir os padrões orientados pela Vigilância Sanitária. Sempre tendo como objetivo o bem-estar de todos.

A comida é algo muito sério e seu manuseio ou armazenamento inadequado, pode resultar em problemas de saúde graves. Debilitando um cliente que deixará de frequentar o local e poderá inclusive, processar o restaurante.

6.     Deixar de investir em tecnologia

Muitos são os restaurantes que já usam os sistemas modernos, para atrair os clientes. Mas alguns ainda são resistentes, com relação a automação de alguns processos. Manter essa resistência é um risco.

A tecnologia é uma grande aliada no controle de estoque, fluxo de caixa e até mesmo na agilidade para que os pedidos sejam feitos. Melhorando como um todo, a gestão do local e a experiência de seus clientes.

Por isso, não investir em tecnologia pode expor seu negócio ao risco de quebrar. O ideal é pensar em possibilidades e fazer investimentos, com base nas suas necessidades.

Evite esses erros fatais em seu restaurante

Agora que você já conhece 6 erros que podem levar seu restaurante ao fechamento, que tal começar a implementar melhorias e evitá-los?

Cuidar de todos os aspectos, do restaurante é muito importante. Apenas caprichar nos temperos não é o suficiente, para fidelizar clientes.

Ter clientes satisfeitos, é o que faz com que seu negócio, seja lucrativo e você possa manter seu restaurante funcionando e seus colaboradores com salários em dia.

Portanto, investir em constantes melhorias é fundamental, para potencializar seus resultados e manter a satisfação de todos os seus clientes.

Outros posts